fbpx
link para whatsapp novidário

Qual é a relação entre o Kung Fu e o Budismo?

Por admin em

Relação entre o Kung Fu e o Budismo

Relação entre o Kung Fu e o Budismo. As práticas adotadas pelo Kung Fu inspiradas no budismo são: a meditação; o respeito; a paciência;

É muito comum vermos pessoas relacionando Kung Fu e budismo. Algumas delas até acreditam que quem pratica Kung Fu deve converter-se ao budismo, porém isto é um mito disseminado pelo mundo afora, apesar de realmente terem uma relação.

O Kung Fu e o budismo têm origem oriental, mas seus países berços são distintos. O budismo se originou na Índia, fundado por Siddharta Gautama, o Buda, no Século VI a.C. Já o Kung Fu surgiu na China, estima-se que há cerca de 4 mil anos atrás, ou seja, a arte marcial é mais antiga que o budismo.

Mas então por que as pessoas relacionam o Kung Fu com o budismo?

Apesar destas diferenças entre cronologia de surgimento e países berços, é fato que o Kung Fu carrega princípios pautados na doutrina budista e com o passar dos anos, sua filosofia aderiu alguns pensamentos filosóficos da religião oriental.

As práticas adotadas pelo Kung Fu inspiradas no budismo são: a meditação que auxilia no controle emocional e na concentração do artista marcial; o respeito pelo próximo e pela natureza, para que haja vivência em harmonia entre todos os seres e elementos e a paciência e constância para atingir a perfeição da prática.

Além disso, ambas filosofias pregam a elevação espiritual, intelectual e também o desprendimento de coisas materiais.

Se você se interessa pela cultura oriental e sua filosofia e quer conhecer mais sobre o Kung Fu convidamos para conhecer a escola de Kung Fu Lung Fu, privilegiadamente localizada na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, com mestres conhecedores da cultura oriental e dedicados ao ensino da arte marcial em sua essência. Agende agora mesmo uma aula experimental gratuita.

Além da doutrina budista, a filosofia do Kung Fu também se inspira em demais linhas filosóficas orientais, tais como o taoísmo e o confucionismo.

A filosofia de uma arte marcial é o que a diferencia das demais modalidades de luta. Por este motivo que o Kung Fu é uma arte, que preza pelo equilíbrio entre o corpo e a mente e incentiva a paz e não a violência.

Como já dito no início deste artigo, o praticante de Kung Fu não é obrigado a se converter ao budismo, mas deve incorporar a filosofia da arte marcial em seu dia-a-dia, lembrando que a filosofia do Kung Fu tem inspirações no budismo mas não é inteiramente a doutrina budista, afinal, o Kung Fu possui sua filosofia própria.

O Brasil no início do século XX, recebe o Budismo, mais especificamente, em 18 de junho de 1908,. Com o monge budista, Tomojiro Ibaragui, popularmente conhecido como Ibaragui Nissui.

Neste blog você encontra um artigo completo sobre a filosofia do Kung Fu.

Agora que você já sabe a relação entre o budismo e o Kung Fu, o convidamos para conhecer esta linda arte marcial mais afundo. Se você quer mudar seu estilo de vida para obter dias mais leves, harmoniosos e equilibrados, saiba que o Kung Fu pode te ajudar.

Agende uma aula experimental gratuita na escola de Kung Fu Lung Fu da Vila Leopoldina, zona oeste de SP, e se apaixone por essa arte marcial que pode transformar sua vida para melhor, tanto fisicamente quanto psicologicamente.

Relação entre o Kung Fu e o Budismo. As práticas adotadas pelo Kung Fu inspiradas no budismo são: a meditação; o respeito; a paciência;


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.